RETOMANDO O DIÁLOGO

Vamos contar uma história!!!

Se pararmos um momento para nós mesmos e voltarmos no tempo ou ao tempo, começam a emergir, lembranças, saudades do passado que reacendem sentimentos adormecidos.

Junto dessas lembranças e sentimentos, quando voltamos para dentro de nós mesmos, quase nunca vão emergir os problemas daquele tempo. Por quê?

Porque a mentira diz que o passado nos condena, mas no passado nós temos um álibi poderoso, incontestável, porque do passado o que sempre volta, como um prêmio em nossa defesa, são os dias contados para trás,  e isso é a nossa defesa a qualquer condenação.

Os amigos que lá estavam e que não foram retirados do processo da vida pelo futuro e aqui, voltam outra vez, voltam como cúmplices de um passado que não tarda e te persegue como analista e Juiz.

Te amo! Você é um dos meus cúmplices, o meu álibi.

Lógico que teremos discordâncias neste texto, pois alguém que estiver amarrado no futuro, não vai perder seu tempo em saudades e lembranças do passado. Vai se posicionar lá onde está a sua falta.

No futuro!

E como escreve o autor, a falta é perda da esperança…

E a esperança é o que te angústia…

 

Leandro de Souza

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *