Sobre o Master Carver

Eu, minerais e esculturas!

As pedras preciosas, os cristais naturais, esculpidos sempre exerceram um enorme fascínio sobre as pessoas, eu, especialmente, sempre fui um adorador das pedras e minerais.
LeandroeseuPai Lembro da minha infância, ainda criança gostava de andar pela fazenda de meu avô, na Cidade de Marilac, quando após a chuva, passava horas à procura por cristais berilos e turmalinas, pequenos presentes que as enxurradas traziam das montanhas e sempre estariam lá, para meu apreço. Eu os garimpava ao longo do caminho e ficava fascinado com sua perfeição e beleza natural, guardando-os como pequenos tesouros de valor inestimável. O tempo passa, o meu interesse pelas pedras cresce e toma conta da minha existência.

Certa vez, uma pequena tartaruga esculpida em uma ametista muito clara, chamou minha atenção em especial, fiquei impressionado como era possível alguém fazer algo de tamanha beleza a partir de uma pedra que em si, já era linda, nesse momento, percebi o chamado para fazer parte desse universo de beleza, cor e energia proporcionado pelos minerais e suas nuances.

Quando via alguma loja que vendia pedras lapidadas ficava, horas, admirando as vitrines enfeitadas com tanta beleza, podia sentir aquelas pequenas joias irradiando sua energia e admirava aquelas pequenas obras de arte esculpidas em diferentes minerais de diferentes formas e lapidação.  Ali eu via todos os tipos de animais e formas de pedras, joias e adornos, como pequenos tesouros e imaginava um dia tornar esse universo parte da minha própria existência. Sempre achei tudo aquilo muito especial e valioso para minha vida.

Em meados da década de 80, em Governador Valadares, o universo conspirou em meu favor, recebi uma proposta de trabalho em uma lapidação perto de minha casa, de imediato percebi ser aquele o momento em que as portas do universo mineral estavam se abrindo para mim, de imediato aceitei o trabalho, não poderia perder tal oportunidade.

LeandrodeSouza_01

Assim, de admirador inicio meu aprendizado na arte de esculpir em minerais.

Este primeiro trabalho não durou muito, mas o contato com a criação artística e a experiência naquele ateliê aumentaram meu fascínio e desejo de viver pelos minerais se tornou imperativo, como uma força que indica o caminho do qual você não consegue se desvencilhar.

Uma vez introduzido no universo mineral,  continuei minha busca por aprendizado e recebi uma segunda oportunidade, em outro ateliê, realmente pude começar a aprender um oficio, naquele que se tornou o meu primeiro trabalho real,  onde consegui desenvolver o dom  e, definitivamente,  me inseri no mundo do trabalho com minerais, matéria prima que dia após dia, me ensinou  humildade e paciência para subir degrau por degrau a longa escada da aprendizagem e do conhecimento, uma escada que não tem fim.

No fim da década de 80, fui convidado para trabalhar na Cidade do Rio de Janeiro, a “Cidade Maravilhosa”, grande Capital em outro estado, um desafio enorme para um jovem artesão do interior de Minas Gerais.

Diante o desafio, crente na possibilidade de desenvolvimento profissional e humano, mesmo sem compreender exatamente as dificuldades, os riscos a amplitude de tamanha transformação em minha vida, aceitei e para lá segui, confiante no futuro, na minha própria capacidade de aprendizagem e no poder de transformação dos minerais.

Brilho, cor, pureza e energia, assim são os minerais, parte da existência do universo, e por eles dedico meus esforços, minha vida, minha criatividade, todo o meu potencial artístico e gratidão.

Na força das pedras estabeleci a base para a construção do meu ser!

Leandro de Souza